terça-feira, 15 de maio de 2012

MINHA VIDA DE CABEÇA PARA BAIXO!

Olá moçada bonita e encapotada! (aqui está um friozinho)

Faz um tempo que não apareço e tenho motivos para tanto desanimo, já faz uns dois meses que eu e o maridex estamos separados,voltei para casa de mamy com a tropinha, ele continua no apê.Acho que com menos de três anos de convivência deixamos a rotina tomar conta de nossas vidas, junte isso com imaturidade, muita responsabilidade repentina e diferenças no geral (está feita a bomba relógio), se conselho fosse bom não se dava vendia, mas aí vai um de graça "entre lavar a louça ou assistir um filme com o maridão fique com a segunda opção"por muitas vezes me preocupava tanto em tentar manter as coisas em ordem que deixei de lado o mais importante "os laços de afeto".Enfim se vamos voltar não sei,peço a deus que sim, pois o amo muito.Mas também não sei o que fazer,também estou magoada,sentida por tudo que foi dito e ouvido.
Depois disso perdi o animo e a vontade de fazer qq coisa,parece que morro um pouquinho a cada dia(tudo na vida passa,mas não desejo essa dor para ninguem).A parte boa é ter uma familia maravilhosa com a qual posso contar sempre.Por vezes acho que tenho que correr atras, já em outras acho que tenho que me focar na minha vida, em cuidar dos meu pequenos e deixar o barco correr.Estou muito perdida.
Tenho certeza que nos amamos, mas parece que a felicidade esteve por aqui a muito tempo.

Fica a dica "...cuide bem do seu amor..."

beijoksss
(essa foto é de quando fomos a Campos do Jordão)

Erika

3 comentários:

  1. Querida ,eu sinto muito , mas não está tudo perdido ,se vocês se amam Deus ajeitará as coisas o importante é saber que você já aprendeu algo e identificou o probloma , neste momento o importante é não deixar a mágoa tomar conta de seu coração ,se sentir que deve pedir desculpas , qual o problema? as pessoas erram todos os dias a toda hora , estamos em processo de evolução, nem eu nem ninguém é dono da verdade absoluta, faça oque pede seu coração,agora mesmo acabei de receber a noticia de uma amiga que estava prestes a se separar e reconciliou ,eu fiquei tão feliz ,a vida a dois é realmente muito difícil ( mais ainda se for a 3 4 ou 5 ),mas é muito bom ter alguém do nosso lado , tres anos é taõ pouco tempo , desculpe a intromissão ,se quizer me mande um e-mail andreia231103@hotmail.com,isso logo se ajeita , bjs Déia.

    ResponderExcluir
  2. Érika, vc fez uma avaliação certíssima, mas depois da separação. Marido tem que ser rei. Nem dá para comparar co filhos pq são amores diferentes. E tem que ser diferentes.
    A gente tem que ser "namorante" todos os dias e o dia todo.
    Sei que a dor é imensa e que não tem remédio. É como saudades que doi horrores e não tem remédio.
    Mas, como tudo na vida, passa. Mas até lá, haja dor. Haja sofrimento.
    Torço por vc.
    Minha filha chama-se Érica.
    Por que vc não tira esse "verificador de palavras", daqui dos comentários? É chato e já é a 2 vez que erro as letras. Vou tentar de novo.

    ResponderExcluir
  3. Erika concordo com tudo que a Liliane falou do casamento, e dentro dos meus 43 anos de casados penso assim: cada dia temos que cultivar o nosso casamento,muito dialogo,consertar o que esta errado não jogar fora porque a unica pessoa que ficará ao nosso lado é o esposo (a).Nem nossos pais e muito menos os filhos, se existir amor lute pela volta.O amor nunca morre, adormece para nascer mais belo.beijos

    ResponderExcluir

Que bom contar com sua visita!